Alberto Takaoka: Um bombeiro de coração e espírito

Alberto Takaoka: Um bombeiro de coração e espírito

Quem admira ou acompanha a profissão de bombeiro no Brasil, com certeza conhece um cara chamado Alberto Takaoka. Ele é um Engenheiro Civil de 54 anos, que mora em São Paulo e é mais conhecido pelo que ele chama de hobby, a fotografia. Considerado um dos melhores fotógrafos de bombeiros do mundo, Takaoka conta como se interessou por fotografia. “Já na minha adolescência eu gostava muito da fotografia e eu tinha uma câmera muito simples e ficava fazendo algumas fotos de tudo que eu via.” Comentou.

Hoje em dia, conhecido por ser um homem simples e de ótimo coração, ele passa horas e horas nos quartéis de São Paulo e por diversas vezes já foi reconhecido pelo comando do Corpo de Bombeiros de São Paulo. Ele descobriu a paixão por fotografar os bombeiros de São Paulo, no fatídico dia do acidente da TAM, em 2007. “Eu fui para o local fazer algumas fotos das pessoas, porém comecei a fazer as fotos dos bombeiros realizando os trabalhos e então fiquei simplesmente  fascinado por tão grande dedicação deste grande homens e mulheres. Consegui ver através de minhas lentes o valioso e importantíssimo serviço prestado por estes guerreiros.” Contou.

Todos sabemos das dificuldades da imprensa e do público em geral lidar com a Polícia Militar em São Paulo, mas Takaoka fez uma corporação inteira se render ao seu fantástico trabalho. “No começo foi bastante difícil, pois como é um trabalho bem reservado estava complicado para eu ter acesso aos locais. Fui conquistando a confiança de todos , pois todas as fotos que eu fazia eu as doava somente para o comando dos bombeiros e então eles puderam ver que eu realmente estava ali para registrar o lindo trabalho dos bombeiros e não as tristes tragédias.” Takaoka nunca vendeu uma foto e nunca chegou perto de ganhar algum dinheiro com isso, inclusive ele custeou uma exposição de fotos. “Eu fiz uma homenagem com uma exposição de fotos na central dos bombeiros, a qual foi totalmente custeado por mim.” Lembrou Takaoka.

Takaoka hoje acumula em suas redes sociais, mais de 15 mil seguidores do mundo inteiro e já teve suas fotos publicadas em veículos de primeira linha, como em 2010 pela Agência Reuters e na Rede Globo em 2013, através do Jornal Nacional que mostrou suas fotos no incêndio do Memorial da América Latina e que deixou seis bombeiros internados na UTI. “Varias ocorrências nos marcam de alguma forma,  pois são fatos do cotidianos e que dizem muito sobre nossa existência nesse mundo , as vezes em uma ocorrência pequena já podemos nos emocionar muito. Mas acredito que as ocorrências que envolviam crianças foram as que mais me marcaram, pois dava para ver no rosto de cada bombeiro o desespero em querer chegar logo no local da ocorrência e também vi muitos bombeiros chorarem também.” Disse Takaoka.

Considerado como um irmão pelos bombeiros de São Paulo, Takaoka exalta o sentimento de irmandade e união. “Eu os considero como meus irmãos e já fazem parte da minha família. É simplesmente um sentimento que não tem como se medir com palavras, somente com a emoção mesmo de estar fazendo parte de tudo isso, pois é uma grande honra estar ao lado destes heróis e poder fazer este registro fotográfico que ficará para sempre guardado em nossas lembranças.” Vibrou!

About The Author

Related posts

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *


*