Disponibilidade de recursos para atendimento de emergência em um hospital de segundo nível em Gana: uma avaliação de métodos mistos

Acesso aberto financiado pela Federação Africana de Medicina de Emergência

Autores: Kennedy B. Japiong, Godfried Asiamah, Ellis Owusu-Dabo, Peter Donkor, Barclay Stewart, Beth E. Ebel, Charles N. Mock

O atendimento de emergência é um componente essencial dos sistemas de saúde, principalmente nos países de baixa e média renda. Procuramos avaliar a disponibilidade de recursos para prestar atendimento de emergência em um hospital de segundo nível em Gana. Ao fazer isso, poderiam ser identificados déficits que poderiam orientar o desenvolvimento de estratégias de intervenção direcionadas para melhorar o atendimento de emergência. Métodos: Uma avaliação qualitativa e quantitativa da capacidade de atendimento a pacientes de emergência foi realizada no Centro de Emergência do Hospital da Polícia, um hospital de segundo nível em Accra, Gana. Foi realizada inspeção direta e pesquisa específica do trabalho da equipe clínica, ordenada, administrativa e da ambulância. As respostas às perguntas quantitativas foram descritas. As respostas qualitativas foram examinadas por análise de conteúdo. Resultados: A avaliação revelou deficiências acentuadas em muitos itens e serviços essenciais. No entanto, vários sucessos foram identificados, como a capacidade laboratorial. Entre os itens essenciais indisponíveis, alguns eram de baixo custo, como suprimentos básicos de vias aéreas, tubos torácicos e vários medicamentos de emergência. Os temas das respostas da equipe, quando perguntados sobre como melhorar o atendimento de emergência, incluem: treinamento periódico, aumento do número de leitos na unidade de emergência, garantia da disponibilidade de itens essenciais e disponibilização de equipamentos de proteção individual para toda a equipe que cuida dos pacientes. Conclusão: Este estudo identificou oportunidades para melhorar o atendimento de pacientes com condições de emergência no Hospital da Polícia de Gana. Melhorias de baixo custo em treinamento, organização e planejamento poderiam melhorar a disponibilidade de itens e serviços, tais como: desenvolvimento de um currículo de educação continuada para funcionários em todas as áreas do centro de emergência; realização de treinamento em serviço dos protocolos existentes para triagem e atendimento de emergência; adicionar listas de verificação para orientar a triagem apropriada e a transferência segura de pacientes; e realizar uma análise de causa raiz da indisponibilidade do item para desenvolver intervenções direcionadas.

[document url = ”https://www.emergency-live.com/wp-content/uploads/2015/10/PIIS2211419X15001020.pdf” width = ”600 ″ height =” 720 ″]