Onde estão as ambulâncias da Serra Leoa?

Apesar das doações e compras de veículos durante a epidemia de Ebola, muitos pacientes ainda lutam para chegar a um hospital.

Fonte original: Al Jazeera. Artigo por Cooper Inveen

Serra Leoa - A paciente Mariam Momoh não respondeu quando o táxi a parou em casa. Ela estava grávida e vomitou o dia todo. Seu marido, Moinina, tentou ligar para uma ambulância, mas desistiu após várias horas de ser informado de que não havia uma disponível. “Levamos alguns minutos para chegar aqui. Vivemos apenas quatro milhas [40km] de distância ”, disse ele, do lado de fora do Hospital da Maternidade Princess Christian, na capital, Freetown.

A condição de Mariam havia sido estabilizada, mas as enfermeiras disseram que, se ela chegasse mais tarde, nem ela nem a criança teriam sobrevivido. Apenas três dias antes, outra mãe grávida morreu no caminho para o hospital depois de sangrar na parte de trás de um táxi, pois estava preso no trânsito.

Mas esse tipo de tragédia não acontece por falta de ambulâncias no país. Governos de todo o mundo doaram centenas de ambulâncias para Serra Leoa em resposta à epidemia de Ebola. O país também comprou um número significativo de veículos nos últimos meses. No entanto, as ambulâncias do governo 90 estão acumulando poeira em um armazém do outro lado da cidade. Outras dezenas ficam paradas em estacionamentos em todo o país.

CONTINUAR