Bombeiros realizam simulação de ocorrência em Presidente Prudente

0

O 14º Grupamento de Bombeiros, a Liga do Trauma da Faculdade de Medicina de Presidente Prudente, da Universidade do Oeste Paulista, realizaram neste domingo, dia 17, na parte da manhã, um simulado de atendimento a ocorrência de acidente de queda de arquibancadas com múltiplas vítimas, no Recinto de Exposições Jacob Tosello. A ação contou com aproximadamente 400 pessoas, entre elas, 100 “vítimas”.

Todos os procedimentos protocolares foram realizados, desde o Atendimento Pré-Hospitalar pelas equipes de socorro ainda no local do incidente até a condução dessas vítimas para os cinco hospitais de Presidente Prudente, sendo eles o Hospital Regional, Santa Casa de Misericórdia, Nossa Senhora das Graças, Hospital Iamada e Hospital Morumbi.

Segundo os Bombeiros, o objetivo principal do simulado é aprimorar as técnicas e treinar na prática as entidades envolvidas no atendimento em urgência e emergência de catástrofes e grandes eventos.

O simulado é de iniciativa da Liga do Trauma da Famepp e contou com a parceria do Corpo de Bombeiros, Polícia Militar, Polícia Rodoviária, Governo de Prudente, por meio da Secretaria Municipal de Assuntos Viários, Secretaria de Cultura e Secretaria de Desenvolvimento Econômico.

Também participaram os cinco hospitais, as Secretarias de Cultura e do Desenvolvimento, Devesa Civil, Delegacia Regional de Saúde, Concessionário Auto Raposo Tavares, Serviço de Atendimento Móvel e Emergência, Tiro de Guerra de Prudente, Home Care, Brigada de Incêndio do Aeroporto de Prudente e serviços 192 de Regente Feijó e Pirapozinho.

De acordo com o subtenente do Corpo de Bombeiros Marcos Bratifisch, a simulação durou cerca de duas horas e foi considerada como positiva. “Participaram desta simulação hoje, cerca de 400 pessoas. No panorama geral, a simulação foi considerada como excelente. É claro que existem falhas, mas é aqui no treinamento que a gente pode errar. Não existe gente boa, existe gente treinada e nós vamos melhorar cada vez mais”, afirmou o subtenente.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.