Obama: limitar prescrições de opiáceos não resolverá crise de heroína

Na segunda-feira, o presidente Barack Obama se recusou a endossar a proposta mais ousada dos governadores do país para enfrentar a crise da heroína: limitar o número de analgésicos de alta potência que os médicos podem prescrever de cada vez.

Uma recomendação para limitar o número de analgésicos opióides que os médicos podem distribuir ganhou apoio bipartidário na reunião de inverno da Associação Nacional de Governadores, no fim de semana.

Mas Obama foi legal com a idéia em uma reunião com os governadores que ele organizou na Casa Branca na segunda-feira, observando que os analgésicos às vezes são a única opção de tratamento realista para as pessoas nas comunidades rurais.

CONTINUE NO WP

Comentários estão fechados.