China - Polícia prende suspeitos da 12 nas explosões de Tianjin

(REUTERS) SHANGHAI, Ago 27 - A polícia chinesa prendeu pessoas 12 suspeitas de envolvimento nas explosões maciças de Tianjin que mataram pessoas 139. A notícia é divulgada pela agência nacional de notícias Xinhua na quinta-feira. Entre os suspeitos, havia todo o empresário da empresa de logística que armazenava os produtos químicos que explodiram. A polícia e a agência de notícias não disseram quem são as outras pessoas presas. A notícia chega um dia depois que a China demitiu o chefe de seu órgão regulador de segurança do trabalho por suspeita de corrupção.

O Explosões 2015 Tianjin houve uma série de explosões que ocorreram em uma estação de armazenamento de contêineres no porto de Tianjin, começando na quarta-feira, 12, em agosto, 2015. As duas primeiras explosões ocorreram a um segundo da 30 na instalação, localizada na nova área de Binhai, em Tianjin, China. [3] [4] Mais de cem pessoas foram mortas e centenas de outras ficaram feridas. A causa das explosões não era conhecida imediatamente, mas os relatórios iniciais apontavam para um acidente industrial. Os incêndios causados ​​pelas explosões iniciais continuaram a arder sem controle durante o fim de semana, causando repetidamente explosões secundárias. Oito explosões adicionais ocorreram no sábado, 15 em agosto.

Leia mais: http://www.dailymail.co.uk/wires/reuters/article-3212283/Chinese-police-arrest-12-suspects-Tianjin-blasts–Xinhua.html#ixzz3jzxO8rGI
Siga-nos: @MailOnline no Twitter | DailyMail no Facebook