China - Polícia prende suspeitos da 12 nas explosões de Tianjin

(REUTERS) XANGAI, 27 de agosto - A polícia chinesa prendeu 12 pessoas suspeitas de envolvimento nas explosões massivas de Tianjin que mataram 139 pessoas. A notícia foi divulgada pela agência de notícias nacional Xinhua na quinta-feira. Entre os suspeitos estavam todos os empresários da empresa de logística que armazenavam os produtos químicos que explodiram. A polícia e a agência de notícias não disseram quem são as outras pessoas presas. A notícia chega um dia depois de a China demitir o chefe de seu regulador de segurança no trabalho por suspeita de corrupção.

Em Explosões 2015 Tianjin houve uma série de explosões que ocorreram em uma estação de armazenamento de contêineres no porto de Tianjin, começando na quarta-feira, 12, em agosto, 2015. As duas primeiras explosões ocorreram a um segundo da 30 na instalação, localizada na nova área de Binhai, em Tianjin, China. [3] [4] Mais de cem pessoas foram mortas e centenas de outras ficaram feridas. A causa das explosões não era conhecida imediatamente, mas os relatórios iniciais apontavam para um acidente industrial. Os incêndios causados ​​pelas explosões iniciais continuaram a arder sem controle durante o fim de semana, causando repetidamente explosões secundárias. Oito explosões adicionais ocorreram no sábado, 15 em agosto.

Leia mais: http://www.dailymail.co.uk/wires/reuters/article-3212283/Chinese-police-arrest-12-suspects-Tianjin-blasts–Xinhua.html#ixzz3jzxO8rGI
Siga-nos: @MailOnline no Twitter | DailyMail no Facebook

Comentários estão fechados.