China relata morte de 6, desaparecimento de 23 em deslizamentos de terra

PEQUIM - As pessoas da 6 são mortas e pelo menos ainda estão desaparecidas depois que dois deslizamentos de terra provocados por um grande tufão varreram aldeias separadas no sudeste da China, informou a mídia estatal. Os deslizamentos de terra na quarta-feira na província de Zhejiang, ao sul de Xangai, mataram três pessoas, enquanto equipes de resgate e cães farejadores continuaram em busca de sobreviventes na sexta-feira.

As autoridades da vila de Sucun disseram na quinta-feira que mais de pessoas da 20 ainda estão desaparecidas. O vídeo publicado pela Agência de Notícias Xinhua oficial mostrou rápidas águas de inundação carregando pedras e detritos correndo por uma montanha e entrando no povoado.

"Ouvi um barulho alto e corri para fora", disse um morador, Zheng Quanwei, à Xinhua. "Estava escurecendo, mas eu podia ver algumas casas desabadas na encosta."

O jornal oficial China Daily disse que o deslizamento de terra atingiu Sucun por volta das 18h: 19h, quando os moradores estavam sentados para jantar. Alguns correram para ajudar os vizinhos presos, enquanto outros subiram a montanha buscando segurança em terrenos mais altos e sólidos.

CONTINUAR

Comentários estão fechados.