Europa, Ema dá luz verde para terceira dose da vacina Moderna

A Agência Europeia de Medicamentos Ema explica que administrar a vacina de seis a oito meses após a segunda dose promove aumento de anticorpos. No entanto, a decisão continua a ser uma competência nacional

A Agência Europeia de Medicamentos (EMA) deu luz verde para a administração segura de uma terceira dose da vacina Moderna a partir dos 18 anos.

A agência disse em um comunicado que uma terceira dose da vacina Moderna, Spikevax, administrada seis a oito meses após a segunda inoculação, promove um aumento de anticorpos em adultos com níveis reduzidos de defesa.

Ema: terceira dose com Moderna, estados europeus individuais para decidir sobre as recomendações oficiais

A nota da Ema afirma ainda que, a nível nacional, os organismos de saúde pública podem emitir recomendações oficiais sobre o uso de doses de reforço, tendo em conta a situação epidemiológica local, bem como dados emergentes sobre a eficácia e dados limitados sobre a segurança da dose de reforço. .

No que diz respeito aos riscos de efeitos colaterais, os dados indicam que após a terceira dose, eles permanecem semelhantes aos da segunda ”, observa Ema,“ e que, em qualquer caso, o monitoramento cuidadoso desses fenômenos será mantido.

De acordo com a nota, a Ema continuará a trabalhar em estreita colaboração com as autoridades nacionais e com o Centro Europeu de Prevenção e Controle de Doenças (ECDC) para avaliar os dados disponíveis e fornecer recomendações para proteger o público durante a pandemia em curso.

A nota da agência com sede em Amsterdã também afirma que a decisão de administrar a terceira dose com base na situação epidemiológica local e outras informações sobre eficácia e segurança é de responsabilidade nacional.

Leia também:

Nova vacina Covid chega do Japão

OMS: 'A pandemia continuará a menos que as vacinas sejam distribuídas aos países pobres'

Fonte:

Agenzia Dire

você pode gostar também