Bombeiros são recebidos com tiros e pedras ao chegarem para atender ocorrência de incêndio em favela de SP

0

O Batalhão de Choque da Polícia Militar precisou ser acionado para garantir o trabalho em tranquilidade do Corpo de Bombeiros durante o incêndio que atingiu as Favelas do Piolho e da Chácara, no Campo Belo, zona sul de São Paulo, na noite de domingo. O coronel Sérgio Moretti, comandante do 1º Grupamento de Bombeiros, que atuou no combate às chamas, relatou que as equipes foram recebidas a pedradas pelos moradores e houve registro de disparos de arma de fogo, cuja autoria não foi identificada.

O Corpo de Bombeiros enviou 37 viaturas e 96 homens para tentar conter o incêndio de grandes proporções na favela, que fica na Avenida Jornalista Roberto Marinho, esquina com a Rua Cristovão Pereira. De acordo com a Defesa Civil Municipal, a situação está sob controle. Uma pessoa teve intoxicação por inalar fumaça. Não há mais registros de vítimas.

O fogo começou por volta das 21h. Alguns barracos são de madeira e propiciaram a proliferação das chamas. Ainda não se sabe qual foi a causa do incêndio.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.