Polí­cia Militar define pontos de policiamento durante a Copa

0

A Polícia Militar apresentou, na tarde desta quarta-feira (28), a organização do policiamento para o período da Copa do Mundo. Três batalhões especiais, subordinados ao Comando de Policiamento Copa (CPCopa), foram criados para intensificar a segurança em 40 pontos estratégicos da Capital.

O efetivo especial contará com 4.500 PMs para atender, exclusivamente aos eventos da Copa. “A ideia de se criar o CPCopa foi para isentar que batalhões de áreas tivessem que cuidar de um desses 40 pontos e deixar de atender a população”, explicou o comandante do CPCopa, o coronel Wagner Tardelli.

O 1º Batalhão Copa terá 735 policiais, que ficarão responsáveis pela segurança do entorno da Arena Corinthians, em Itaquera, na zona leste, além dos Centros de Treinamento (CTs) do Palmeiras, Corinthians, São Paulo, CT do estádio do Pacaembu e CT Pão de Açúcar.

“Nosso objetivo é dar tranquilidade e segurança aos competidores, torcedores e visitantes”, ressaltou o comandante do 1º BPCopa, tenente-coronel Antônio Valdir. O Batalhão também atuará na região de pontos turísticos estratégicos, como museus da Língua Portuguesa e do Futebol, praças da Sé e República, Sala São Paulo, Teatro Municipal, Masp, Pinacoteca e Parque da Juventude.

Ao 2º Batalhão do CPCopa caberá o policiamento nos eventos promocionais da Federação Internacional de Futebol (FIFA), que acontecerão no Vale do Anhangabaú, no Centro, e em shows espalhados pela cidade organizados pela Prefeitura. A unidade conta com um efetivo de 2.600 PMs.

Com 930 policiais, o 3º Batalhão Copa ficará responsável pela segurança dos hotéis da “Família FIFA” e também pelo monitoramento das estações Luz, Corinthians/Itaquera, Anhangabaú, Arthur Alvim, República, São Bento, Sé, Portuguesa/Tietê, Carandiru e Palmeiras/Barra Funda do Metrô e CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos).

Além do efetivo da CPCopa, mais 2.150 policiais militares do Comando de Policiamento de Choque (CPChq) estarão de prontidão, nos pontos principais, 48 horas antes de todos os jogos. Caso seja necessário, outros 2 mil também poderão ser empregados.

O CPCopa desempenhará suas atividades até o dia 20 de julho.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.