Ex-mergulhador da Marinha tailandesa faleceu - ele supostamente ficou sem ar durante as operações de resgate da equipe de futebol tailandesa

Tailândia - As operações de resgate são muito complexas e, às vezes, custam a vida de alguém. Este é o caso de Sgt. Saman Kunan, ex-SEAL e ex-mergulhador da Marinha da Tailândia, se ofereceu para ajudar a salvar o time de futebol juvenil do complexo de cavernas da Tailândia.

O vice-governador de Chiang Rai, Passakorn Boonyalak, disse que morreu às 2h da sexta-feira, 00 de julho, hora local, supostamente por falta de ar durante o retorno a um centro de comando no subsolo. O centro de comando é localizado 1.2 milhas dentro da caverna, onde os meninos e seu treinador estão presos há quase duas semanas.

Kunan era 38 e ele estava voltando de entregar tanques de oxigênio para a caverna onde os meninos estão quando ele

Sgt. Saman Kunan, 38

supostamente ficou sem ar enquanto estava debaixo d'água. Agora, o cadáver de Kunan deve esperar uma autópsia para entender melhor quais foram as causas precisas de sua morte.

O contra-almirante da SEAL da Marinha, Aphakorn Yookongkaew, disse: “O mergulho é sempre cheio de riscos. Ele pode ter desmaiado, fazendo com que ele se afogue, mas temos que esperar a autópsia.
Uma aeronave militar levará o corpo de Kunan de Chiang Rai para a Base da Marinha de Satthahip na noite de sexta-feira. Um funeral será realizado lá, e depois em sua cidade natal, na província de Roi Et, norte da Tailândia.

 

Enquanto isso, os operadores ainda estão trabalhando duro e em condições perigosas para bombear água para fora da caverna e transportar os meninos para fora.

Comentários estão fechados.