As principais qualidades do 10 necessárias para liderar uma equipe de respondedores

Quando alguém se encontra em uma situação de emergência, a equipe de resgate sempre deve saber, decidir e escolher como agir o mais rápido possível. Às vezes, porém, isso não é suficiente e é então que a presença de um coordenador se torna uma necessidade: alguém que sabe liderar, motivar e organizar sua equipe de respondentes. Quais são as qualidades que um líder real deve ter para poder levar sua equipe ao sucesso durante as operações de resgate? Vamos descobrir juntos, analisando as qualidades essenciais da 10 de um verdadeiro líder, listadas aqui.

1) Capacidade de ouvir: alguns coordenadores e líderes não estão interessados ​​em ouvir as idéias ou conselhos de outros. No entanto, um verdadeiro líder deve ouvir seus colegas. Não basta apenas ouvir, mas também entender como eles se sentem naquele momento.

2) Empatia: a jornada para a liderança está repleta de obstáculos. A pressa de se tornar um líder pode até fazer com que alguém tome a decisão de não cuidar adequadamente de um paciente e pensar apenas em liderar a equipe. É importante sempre coordenar a operação da melhor maneira possível, nunca perdendo de vista as necessidades do paciente, mas também lembrando as da equipe.

3) Cura: como líder, haverá momentos de desconforto e falta de fé em si mesmo e também em seu grupo de trabalho. Ao iniciar o caminho para se tornar um líder, é importante saber como consertar e tratar quaisquer feridas ao longo do caminho e redescobrir a força necessária para construir o seu próprio sucesso e o da sua equipe.

4) Consciência: a conscientização geral e, especificamente, a conscientização pessoal, fortalecem o líder. Isso não apenas ajuda você a entender questões relacionadas a valores e ética, mas também a reconhecer suas próprias emoções e as das pessoas ao seu redor.

5) Habilidades persuasivas: pense na sua vida como respondedor. Você já foi informado sobre o que fazer? Você já foi convidado a falar sobre sua experiência e suas idéias para melhorar o fluxo de trabalho nas operações de resgate? A resposta para essas perguntas costuma ser "não". O líder, para ter sucesso, deve ser capaz de usar uma abordagem colaborativa para convencer os outros de sua própria visão das coisas, de suas próprias idéias. Dessa forma, os outros membros da equipe serão mais apurados e mais colaborativos, o que aumentará a eficácia da equipe.

6) Conceptualização: o líder definitivamente não deve subestimar esse aspecto essencial. Você precisa pensar e ir além de suas próprias tarefas diárias de trabalho e se concentrar nos problemas e na organização em geral. Essa característica é importante para uma visão e análise aprimoradas de problemas futuros.

7) Hipermetropia: um verdadeiro líder deve ter aprendido suas lições com a experiência passada, entender o que está acontecendo no presente e saber o que o futuro reserva. A intuição é uma qualidade indispensável para um líder.

8) Capacidades administrativas: o desenvolvimento de uma organização da qual a força de trabalho pode se orgulhar é o primeiro passo essencial no processo de crescimento de um líder e sua equipe. Você precisa garantir que sua equipe confie em suas próprias ações e consiga gerar confiança nos outros para o bem da comunidade.

9) Compromisso com o desenvolvimento e crescimento da equipe: o líder deve ser capaz de transmitir a sua própria equipe a convicção de que eles também podem se tornar líderes reais no futuro. Você precisa entender os objetivos que sua equipe define e ajudar cada pessoa a alcançá-los.

10) Crie uma comunidade: é essencial compartilhar objetivos, valores e fluxos de trabalho durante uma operação de resgate. O líder deve ser capaz de criar um ambiente de normas, valores e princípios compartilhados que cada respondente da equipe deve respeitar e em que deve acreditar.