A prática clínica da medicina de emergência em Mahajanga, Madagascar

Introdução

Pouco está documentado sobre a prática clínica de atendimento de emergência em países de baixa e média renda. A falta de modelos estruturais apresenta sérios obstáculos ao desenvolvimento de serviços eficazes de atendimento a emergências. Este estudo fornece esse modelo, descrevendo a prática clínica no centro de emergência do Centro Universitário Universitário de Mahajanga, em Madagascar.

Métodos

Esta foi uma revisão retrospectiva de todos os pacientes adultos que compareceram ao centro de emergência de setembro a novembro 2012. Os dados arquivados do gráfico foram extraídos em um banco de dados do computador. Os dados incluíram: idade, sexo, data, investigações diagnósticas, procedimentos, medicamentos e diagnóstico.

Resultados

Os gráficos 727 foram revisados, com média de oito pacientes por dia. As três patologias mais frequentes observadas foram trauma, doença gastrointestinal e infecciosa. Um total de 392 recebeu investigações de diagnóstico. Estes eram principalmente hemogramas completos (n= 218), glicemia (n= 155) e ECG (n= 92). Radiografias de tórax (n= 83), raios X de extremidade (n= 55) e radiografias de crânio / face (n= 44) compreendeu a imagem mais comum. Os ultrassons eram principalmente abdominais (n= 9), renal / geniturinário (n= 6) e obstétrico (n= 2). Intervenções terapêuticas foram realizadas em pacientes 564, mais comumente acesso intravenoso (n= 452) e cuidados ortopédicos / de feridas (n= 185). Os medicamentos foram administrados a pacientes 568, principalmente anti-inflamatórios / analgésicos (n= 463) e antibióticos (n= 287).

Conclusão

Este é o primeiro estudo descritivo da prática clínica da medicina de emergência em Mahajanga, Madagascar. Ele fornece às comunidades médicas malgaxes e internacionais uma análise objetiva da prática de atendimento de emergência em Madagascar, do ponto de vista diagnóstico e terapêutico. O atendimento de emergência aqui se concentra no gerenciamento de lesões traumáticas e doenças infecciosas. As intervenções de diagnóstico por imagem, terapêuticas farmacológicas e terapêuticas refletem os encargos impostos a esta instituição por essas doenças. Esperamos que este estudo forneça orientações para o desenvolvimento futuro de sistemas de atendimento de emergência específicos para Malgaxe.

LER O TEXTO COMPLETO

Comentários estão fechados.