Covid pode levar ao diabetes: o estudo ítalo-americano em "Nature Metabolism"

Publicado na revista “Nature Metabolism” e desenvolvido por Ospedale Sacco, Ospedale San Paolo e a University of Milan com uma equipe internacional que inclui a University of Pisa e a Harvard Medical School entre seus parceiros

Diabetes e pré-diabetes podem ser algumas das consequências a longo prazo da Covid

A descoberta vem de uma pesquisa publicada na revista 'Nature Metabolism' e desenvolvida por Ospedale Sacco, Ospedale San Paolo e a Universidade de Milão com uma equipe internacional coordenada pelo professor Paolo Fiorina cujos parceiros incluem a Universidade de Pisa e a Harvard Medical School.

O estudo, que revelou como o diabetes relacionado à Covid 19 se desenvolve, mostra pela primeira vez que a infecção viral pode induzir resistência à insulina e, portanto, prejudicar a função normal das células β, alterações que podem levar a hiperglicemia persistente de gravidade variável, mesmo após a recuperação.

A Universidade de Pisa foi representada pelo Dr. Giuseppe Daniele, pesquisador do Departamento de Medicina Clínica e Experimental.

Seu trabalho ajudou a demonstrar que o risco de desenvolver resistência à insulina e diabetes está próxima e proporcionalmente relacionado à tempestade de citocinas que se desenvolve durante a infecção por Covid 19 e que essa deficiência persiste mesmo após a recuperação.

O papel das citocinas e da subinflamação na gênese da resistência à insulina na obesidade e no diabetes tipo 2 é uma linha de pesquisa já seguida pelo Dr. Giuseppe Daniele em conjunto com o professor Franco Folli e outros, em estudos realizados em San Antonio, Texas, EUA.

Este último trabalho publicado em "Nature Metabolism" - de acordo com os professores Paolo Fiorina, Massimo Galli, Gianvincenzo Zuccotti da ASST Fatebenefratelli-Sacco e Franco Folli, ASST Santi Paolo e Carlo (todos da Universidade de Milão) - pode, portanto, ajudar a investigar o mecanismos de diabetes em pacientes particularmente frágeis e para desenvolver novas estratégias terapêuticas para esta doença.

Leia também:

A Universidade de Augsburg publicou um estudo que relaciona autofagia tubular e insuficiência renal em diabéticos

Pediatria: casos graves de diabetes tipo 1 na Ligúria dobraram desde o início da pandemia de Covid

Fonte:

Agenzia Dire

você pode gostar também