Noções de Emergências Médicas: Acidente Vascular Cerebral – Manual INEM

0

O AVC é uma situação de início brusco ou progressivo e corresponde ao aparecimento de sintomas neurológicos causados pela interrupção de circulação sanguínea em determinadas áreas do cérebro, causando défice de oxigenação das células cerebrais. Perante um AVC o indivíduo fica privado, temporariamente ou definitivamente de muitas das suas capacidades, já que:

• As células nervosas não se regeneram;

• Todas as células necessitam de oxigénio para sobreviver e executar a sua função;

• O cérebro é o órgão que controla os movimentos, a memória, o equilíbrio interno do organismo, as funções vitais, a fala, entre muitas outras tarefas.

TIPOS DE AVC

Existem dois tipos de Acidentes Vasculares:

• Isquémico: aquele que é produzido pela oclusão de um vaso sanguíneo provocando um défice de oxigenação cerebral a jusante da obstrução. Esta obstrução pode ser provocada por um trombo (obstáculo que se forma no local) ou por um êmbolo (quando o obstáculo se desloca na corrente sanguínea até encravar num vaso de pequeno calibre);

• Hemorrágico: aquele que é produzido pelo rompimento de um vaso sanguíneo cerebral, do qual resultam duas situações em simultâneo, por um lado o sangue não segue o seu trajeto habitual, porque o vaso sanguíneo não está íntegro, por outro lado o sangue derramado provoca uma irritação local inflamatória com consequente sofrimento das células nervosas e edema.

O AVC tem como causa doenças cardiovasculares, sendo muitas vezes desencadeados por complicações de hipertensão e da aterosclerose.

O AVC apresenta quase sempre, sintomas neurológicos refletindo-se principalmente a nível motor e sensitivo, com o aparecimento de paralisias e parestesias (formigueiros), numa só metade do corpo. Pode ainda ocorrer alteração da fala.

Quando esta situação se instala, é acompanhada de alterações do estado de consciência que podem ir desde uma desorientação transitória até à situação de inconsciência. Outros sinais e sintomas podem surgir, entre os quais se destacam:

• Cefaleias (dor de cabeça) ligeiras a intensas;

• Alterações circulatórias e ventilatórias;

• Elevação da temperatura e convulsões.

[document url=”https://www.emergency-live.com/pt/wp-content/uploads/2015/11/CVC_TAT.pdf” width=”600″ height=”760″]

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.