A vida noturna de um bombeiro dos EUA

O alarme toca no 2.30am e os bombeiros em Estação 39 Os bombeiros pulam da cama, vestem seus uniformes e correm para o caminhão que os levará ao local da emergência. Para os bombeiros de plantão do Charlotte Corpo de Bombeiros, aberto 24 horas, é perfeitamente normal acordar no meio da noite para atender chamadas de emergência. Toda vez que um bombeiro atende uma chamada, ele sabe que ele terá que ajudar alguém que ele nunca conheceu antes, arriscando sua própria vida; mas é uma questão de orgulho para todo bombeiro.

Mas o que realmente significa ser um bombeiro? Significa ajudar os outros, ajudar a própria comunidade. Isso significa sempre ter que estar fisicamente apto e com excelente saúde para salvar alguém de um prédio em chamas ou de qualquer outra situação perigosa. Todo bombeiro deve estar preparado para qualquer eventualidade e, acima de tudo, deve estar sempre psicologicamente pronto por seu próprio trabalho e o que quer que ele possa encontrar no decorrer de seu dever.

Hoje estamos falando sobre Jeff Nixon, um dos poucos bombeiros que chegaram à estação 39 de Charlotte. Aqui está a entrevista:

Há quanto tempo você é bombeiro?

Sou bombeiro há 10 anos. Originalmente, eu era policial e depois passei algum tempo como professor antes de me tornar bombeiro. Trabalhei nas estações 10, 14 e estive na estação 25 nos últimos cinco anos.

Que aspectos você ama no seu trabalho?

Ser bombeiro nunca é chato ou chato. Quando chegamos à estação, sabemos que cada turno trará novos desafios e novas chamadas.

Quantas chamadas você calcula a média por dia?

Definitivamente varia a cada dia, por estação. Em qualquer dia, o Station 39 pode ser enviado para qualquer lugar entre quatro e chamadas 10.

Em média, quantas chamadas você recebe no meio da noite?

Quase todos os turnos, a campainha toca em torno de 12: 30 am e 2: 30 am

Há momentos em que seu trabalho é difícil ou esmagador?

Existem algumas chamadas que são mais difíceis de processar e aceitar do que outras, mas nós quatro no caminhão somos um sistema de apoio um para o outro.

O que você acha que é preciso para ser um bombeiro?

Integridade, unidade e vontade e desejo de fazer a diferença.

Qual foi a pior ligação que você já fez?

Existem dois que se destacam em minha mente. Logo após o nascimento do meu segundo filho, recebemos uma ligação médica de uma mãe que se parecia muito com minha esposa na época, e o bebê tinha a mesma idade do meu filho. A mulher teve um ataque cardíaco e, obviamente, devido às semelhanças em torno da minha família, definitivamente me abalou depois. A segunda pior ligação foi quando um traficante de drogas me bateu com o carro em Uptown. Após o acidente, tive vários ferimentos e perdi cerca de um mês de trabalho.

O que uma pessoa não sabe sobre bombeiros?

É preciso um certo tipo de pessoa para ser bombeiro. Não somos como todo mundo - estamos conectados de maneira diferente.