Uganda - 11ª Conferência Internacional da Associação Africana de Sensoriamento Remoto do Meio Ambiente (AARSE2016)

PRINCIPAIS ORGANIZADORES: Associação Africana de Sensoriamento Remoto do Meio Ambiente

PRINCIPAL HOST (S): Universidade Makerere

De 24th a 28 de outubro 2016, Kampala, Uganda Vai hospedar o AARSE2016 (XIX Conferência Internacional de Sensoriamento Remoto da Conferência Internacional sobre Meio Ambiente).

Sobre:

A conferência é oportuna e foi projetada para aproveitar as tecnologias geoespaciais para abordar a agenda de desenvolvimento global pós-2015. Portanto, os problemas no Relatório AR5 IPCC, pela Estrutura de Sendai para Redução de Riscos de Desastres 2015-2030, os ODS esperados, os novos acordos de mudança climática previstos e como eles afetam os caminhos de desenvolvimento da África e o mundo em geral serão abordados com firmeza em um sentido mais amplo Conferência AARSE2016.

O Conferência AARSE2016 espera-se reunir Delegados globais 700 cientistas, acadêmicos, profissionais, formuladores de políticas, desenvolvedores / especialistas em tecnologia e entidades empresariais de vários campos interdisciplinares da ciência da informação geográfica, ciência de risco e desastre, assistência humanitária, geografia, engenharia, geologia, água, ecologia, agricultura, ciências sociais e ciência espacial para deliberar sobre questões de melhoria e aceleração do desenvolvimento sustentável na África em meio à degradação dos recursos naturais, conflitos, mudanças ambientais globais e rápidas mudanças demográficas.

Seja cientistas, expositores ou formuladores de políticas, será uma oportunidade não apenas para fazer um balanço de novos conhecimentos e inovações, mas também fornecerá uma grande oportunidade de negócios. A conferência envolverá treinamento aprofundado, especialmente para jovens cientistas, por meio de uma série de atividades de treinamento pré-conferência, sessões plenárias de cientistas renomados sobre tópicos específicos, eventos paralelos e sessões de grupo que serão organizadas tematicamente.

Tema principal:

“Nossa terra, nossa herança: aproveitando as tecnologias geoespaciais para o desenvolvimento sustentável na África”

O tema da conferência reconhece não apenas os esforços passados ​​relacionados aos desafios de gerenciamento de recursos, mas também está posicionado para cuidar das mudanças esperadas no 2015 no discurso global para enfrentar particularmente os desafios contemporâneos do desenvolvimento.

Embora o relatório do 5th IPCC com suas trajetórias seja relativamente novo, o discurso do desenvolvimento após o 2015 será conduzido pela estrutura global pós-2015 em Redução do risco de desastre (HFA2) que substituirá o HFA (2005-2015); os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável que substituirão os ODM e o novo Acordo de Mudança Climática 2015.

Ciente desses desenvolvimentos globais esperados, juntamente com o fato de que esses desafios podem ser enfrentados de maneira eficiente e suficiente com a tecnologia geoespacial, a conferência abordará os seguintes subtemas, mas com uma lente de tecnologia geoespacial.

Subtemas:

A conferência será organizada em torno dos subtemas 10, embora solicitações de sessões especiais também sejam consideradas. Os subtemas planejados são;

  1. Tecnologia de observação espacial e terrestre para objetivos de desenvolvimento sustentável (ODS)
  2. Gerenciamento de riscos de desastres e resiliência
  3. Das mudanças climáticas ao gerenciamento de riscos climáticos
  4. Desenvolvimento do capital humano em ciências geoespaciais
  5. Infraestrutura de Big Data e Dados Espaciais
  6. Política e estratégias espaciais na África: custo-benefício da tecnologia espacial
  7. Tecnologias geoespaciais para cidades inteligentes
  8. Ciência e tecnologia geoespaciais para gestão de água e bacias hidrográficas
  9. Gestão de conflitos, segurança humana e paz
  10. Tecnologias geoespaciais para gerenciamento de energia

Para informações sobre registro, visite o site do evento.

fonte