EUA - Bombeiros disparam sobre publicação de Black Lives Matter no Facebook

Fonte Miami Herald - Três bombeiros em Columbia, SC, agora foram demitidos por postagens não profissionais do Facebook destinadas a manifestantes do Black Lives Matter, e a cidade fechou um quartel de bombeiros onde o primeiro post teve origem e colocou outros 31 em prisão preventiva, o chefe dos bombeiros Aubrey Jenkins disse quarta-feira.

O corpo de bombeiros de Eau Claire fechou por volta da 1 na segunda-feira depois que alguém divulgou seu endereço nas redes sociais após o protesto de domingo, disse Jenkins. Reabriu às 19h da quarta-feira, disse ele.

Enquanto isso, o condado de Richland anunciou na quarta-feira que havia demitido um idoso paramédico e disse que outros funcionários do serviço de ambulância estão sob investigação interna por fazer comentários inadequados nas mídias sociais. As autoridades do condado se recusaram a identificar o paramédico ou a divulgar o idioma nas postagens ou a dizer para quem eles eram direcionados.

Jenkins disse que alguém também ligou para o quartel dos bombeiros de Eau Claire na segunda-feira para reclamar depois de despedido o capitão Jimmy Morris publicado pela primeira vez no Facebook suas ameaças de atropelar manifestantes que haviam bloqueado a ponte interestadual 126 durante uma marcha que começou na State House e seguiram seu caminho pelo centro da cidade até a interestadual.