Rússia - O dia seguinte à explosão de São Petersburgo

ATUALIZAÇÃO - 04 abril, terça-feira

RÚSSIA - É uma manhã triste. Na madrugada de terça-feira, abril, 4, a nação inteira lamenta os mortos do 14 por causa de duas explosões em duas estações de metrô de São Petersburgo. Na verdade, as bombas tinham que ter três, mas uma não explodiu.

Um Kirghiz kamikaze de 10 anos da 22 supostamente é o único responsável por essa bagunça e o suspeito anterior foi libertado. O presidente russo, Vladimir Putin, está na cidade no momento e três dias de luto nacional foram declarados.


Uma explosão aconteceu na estação de metrô de São Petersburgo, informou a mídia russa.

As agências Tass e Interfax relataram que uma explosão desconhecida na estação de metrô Sennaya Ploshchad deixou algumas vítimas.

Imagens postadas nas redes sociais mostraram uma carruagem de trem com as portas estouradas e danos no interior.

O presidente russo Vladimir Putin, que está na cidade agora, foi informado, dizem os meios de comunicação russos.

Você está na área? Se for seguro fazê-lo, entre em contato conosco. Envie-nos um e-mail para info@emergency-live.com


Comentários estão fechados.