Emergência maciça em Estrasburgo após um ataque terrorista no mercado de Natal: vítimas do 3 e 11 feridos.

ESTRASBURGO - Na terça-feira à noite, um homem com uma arma automática e uma faca baleada na multidão se reuniu no mercado de Natal. Três foram mortos e o 11 ficou ferido naquele tiroteio. A polícia disse que o homem é suspeito de terrorismo e ele ainda está fugindo. Ele teria sido ferido por um tiro de um policial.

Testemunhas relataram que ouviram gritos e tiros e, pela primeira vez, as pessoas pensaram que poderiam ser fogos de artifício, mas também disseram que quando se aproximaram da cena, perceberam que era ainda mais sério do que pensavam.

Cerca de pessoas da 350, incluindo policiais, tropas e helicópteros, estavam atrás do atacante que “semeara o terror” na cidade, disse o ministro do Interior, Christophe Castaner.

Foto de Keven De Rito

As autoridades francesas estão tratando o tiroteio. Eles conseguiram identificar o homem e agora as pesquisas estão a caminho. O atacante deve ser um homem de dez anos, mas a motivação dessa ação ainda é desconhecida.

A partir de agora a segurança será ainda mais severa no mercado de Natal.

Por razões de segurança, a polícia evacuou o centro de Estrasburgo e instruiu as pessoas a sair pelo norte e "não ir na direção de Neudorf". A área foi bloqueada. Também o Parlamento Europeu em Estrasburgo, situado a poucos quilômetros de onde o ataque ocorreu, foi preso durante a noite.