Sobreviventes de AC com bom resultado neurológico mostram prejuízos consideráveis ​​no funcionamento da memória

gr1Autores: Patrick Sulzgruber, Andreas Kliegel, Cosima Wandaller, Thomas Uray, Heidrun Losert, Anton N. Laggner, Fritz Sterzcorrespondenceemail, Matthias Kliegel
Recebido: agosto 13, 2014; Recebido em formato revisado: outubro 14, 2014; Aceito: novembro 4, 2014; Publicado on-line: novembro 25, 2014

Publicado no Diário de Reanimação em novembro de 2014

Introdução: A hipoperfusão cerebral global ou regional causada por acidente vascular cerebral, lesão cerebral traumática e até cirurgia de revascularização do miocárdio (CABP) é bem conhecida como efetiva para vários tipos de disfunção no desempenho cognitivo, incluindo déficits de memória.1 – 3 Em relação a esses achados, o potencial efeitos da parada cardíaca no desempenho cognitivo foram direcionados. A escala da categoria de desempenho cerebral (CPC) é uma ferramenta bem estabelecida para avaliação de danos neurológicos após uma parada cardíaca e descreve a capacidade mental dos pacientes do CPC 1 (= retorno ao desempenho cerebral normal)

[document url = ”https://dl.dropboxusercontent.com/u/27913201/Pdf/PIIS0300957214008296.pdf” width = ”600 ″ height =” 800 ″]

você pode gostar também