Zika vírus, ONU e OMS podem decidir por uma emergência de saúde global

(AP) - A Organização Mundial da Saúde diz que está convocando um comitê de emergência na segunda-feira para decidir se o surto de vírus Zika deve ser declarado uma emergência internacional de saúde.

Em uma reunião especial quinta-feira em Genebra, a diretora-geral da OMS, Dra. Margaret Chan, disse que o vírus - que está associado a defeitos de nascimento e problemas neurológicos - estava "se espalhando explosivamente".

O vírus zika foi detectado pela primeira vez no 1947 e, por décadas, causou apenas doenças leves. Mas Chan observou que "a situação hoje é dramaticamente diferente".

De acordo com os Centros de Controle de Doenças dos EUA, o vírus Zika está agora em mais de países do 20, principalmente na América Central e do Sul.

Chan disse que, embora não haja provas definitivas de que o vírus zika tenha sido responsável por um aumento no número de bebês nascendo com cabeças anormalmente pequenas no Brasil, "o nível de alarme é extremamente alto". Ela também observou uma possível relação entre a infecção pelo zika. e síndrome de Guillain-Barre, que pode causar paralisia temporária.

"Os possíveis links, suspeitos apenas recentemente, mudaram rapidamente o perfil de risco do zika de uma ameaça leve para uma de proporções alarmantes", disse Chan.

Não existe tratamento ou vacina específica para o zika, que está relacionada à dengue - os cientistas lutam há anos para desenvolver uma vacina contra a dengue, mas até agora não conseguiram criar uma vacina viável.

A agência de saúde da ONU declarou pela última vez uma emergência internacional devido ao devastador surto de Ebola 2014 na África Ocidental, que acabou matando mais de pessoas da 11,000.

[document url = ”http://www.who.int/ihr/procedures/en_ihr_ec_faq.pdf?ua=1 ″ width =” 600 ″ height = ”680 ″]

Comentários estão fechados.