Bonn - Avanço da RRD para aprimorar o desenvolvimento sustentável em um mundo em mudança (curso intensivo de verão)

Bona, (Alemanha) sediará um curso intensivo sobre RRD em um mundo em mudança, desde 20 de junho a 1 de julho de 2016.

A necessidade de muitos cursos de treinamento sobre DRR, como este, está crescendo devido a eventos ambientais perigosos, como inundações, deslizamentos de terra e seca, que representam uma ameaça.
É por isso que as informações e o interesse neste tópico cresceram consideravelmente. O objetivo deste curso é aumentar a capacidade de prevenção de desastres, especialmente em áreas onde as pessoas ou o ambiente são mais vulneráveis.
Para salvaguardar a segurança humana, os especialistas precisam levar em consideração fatores inter-relacionados, como variáveis ​​sociais, políticas, econômicas, tecnológicas e ambientais.
Esses determinam o impacto dos perigos quando eles ocorrem.
É por isso que o propósito deste curso de um dia da 11 é aumentar a conscientização sobre vulnerabilidade e resiliência no campo da DRR e CCA (Adaptação às mudanças climáticas).
As palestras são baseadas nas principais questões de pesquisa da UNU-EHS e abrangem vários tópicos:

- vulnerabilidade ambiental, física, social e econômica;
- Processos e condições que impactam a vulnerabilidade e determinam padrões de vulnerabilidade;
- Medidas e atividades que permitem passar da vulnerabilidade para as recomendações de políticas de resiliência;
- Direito internacional e uma abordagem baseada em direitos para as discussões 2016 / Pós-2016 sobre RRD, desenvolvimento e mudanças climáticas;
- Utilização de métodos, modelos, tecnologias geoespaciais e exercícios práticos para entender sistemas de alerta precoce, preparação para resposta a emergências, RRD e CCA;
- Sistemas de alerta precoce e tecnologias geoespaciais em apoio à gestão de desastres, preparação para resposta a emergências, RRD e CCA;
- Coordenação e gestão de desastres em organizações nacionais e internacionais.

As palestras são projetadas para acadêmicos e praticantes trabalhando em áreas relacionadas que tenham obtido um mestrado. Em particular, os participantes devem ter mestrado em disciplinas estritamente ligadas à vulnerabilidade e gerenciamento de riscos, como geografia, economia, engenharia, ciências ambientais ou disciplinas relacionadas.

Encontre mais informações aqui.

Comentários estão fechados.