Confirmado o primeiro caso de Ebola nos EUA

Os Estados Unidos têm seu primeiro caso confirmado do vírus Ebola, disse na terça-feira o Centro de Controle e Prevenção de Doenças, marcando a primeira aparição doméstica do vírus mortal que devastou áreas da África continental. As notícias aparecem no jornal principal e na TV dos EUA.

Os Estados Unidos têm seu primeiro caso confirmado do vírus Ebola, disse na terça-feira o Centro de Controle e Prevenção de Doenças, marcando a primeira aparição doméstica do vírus mortal que devastou áreas da África continental. As notícias aparecem no jornal principal e na TV dos EUA.

As autoridades do Texas Health Presbyterian Hospital de Dallas disseram em comunicado na segunda-feira que um paciente não identificado estava sendo testado para o Ebola e foi colocado em "isolamento estrito" devido aos sintomas do paciente e ao histórico recente de viagens.

O CDC sediará uma conferência de imprensa em sua sede em Atlanta no 5: 30 pm, ET.
Pelo menos pessoas do 3,091 morreram de Ebola desde que o surto da África Ocidental foi identificado pela primeira vez na Guiné, seis meses atrás. Na semana passada, o CDC alertou que entre o 550,000 e o 1.4 milhões de pessoas na África Ocidental poderiam estar infectados com o Ebola em janeiro de 2015.
As notícias sobre o aparecimento do vírus fizeram com que os preços das ações das principais empresas farmacêuticas e de biotecnologia disparassem rapidamente nas negociações fora do horário comercial, antecipando que grandes empresas farmacêuticas poderiam se beneficiar da criação de uma vacina. A BioCryst Pharma subiu 15 por cento nas negociações pós-mercado, enquanto Tekmira subiu quase 17 por cento.

ARASCA MEDICAL

Comentários estão fechados.