COVID-19 na França: em terapia intensiva em níveis de maio

COVID-19, na França, o número de pessoas hospitalizadas em enfermarias de terapia intensiva devido à Covid-19 mais que dobrou em apenas sete dias, chegando a 1,500.

Valor que não era alcançado desde maio passado.

Somente ontem, conforme noticiado pela imprensa local, 171 pessoas necessitaram de internação em terapia intensiva, elevando o número total de pacientes nessas unidades para 1,539.

Números ainda distantes dos níveis alcançados durante o pico da primeira onda de infecção, em abril, quando mais de 7,000 mil pacientes necessitavam de cuidados intensivos.

COVID-19 na França - A rápida progressão preocupa o presidente Macron

A rápida progressão da piora, no entanto, preocupa o governo do presidente Emmanuel Macron.

As autoridades de saúde francesas anunciaram também que todos os outros indicadores relacionados com a evolução da pandemia, desde o número de casos confirmados até ao número de clusters de infecções presentes até ao momento no país, estão “em constante aumento”.

Segundo dados da Organização Mundial da Saúde (OMS), os casos confirmados de Covid-19 no país atualmente são de 707,469, sendo 32,495 óbitos.

Segundo a imprensa local, Macron comunicará amanhã, durante uma entrevista televisiva, quaisquer medidas de limitação local de viagens, até agora sempre evitadas pelo Eliseu.

O fechamento de bares, restaurantes e pontos de encontro já está em vigor em várias cidades do país, incluindo a capital Paris e Marselha.

Leia também:

LEIA O ARTIGO ITALIANO

A SITUAÇÃO DO REINO UNIDO

FONTE:

SAY

Comentários estão fechados.