Covid, alarme da OMS: 'Vacinação desacelerando na Europa, mais 236,000 mortes em dezembro'

Covid, alerta da OMS: “Entre agora e 1º de dezembro, a Europa pode ver outras 236,000 mortes causadas pela Covid”

Vacinas da Covid correm o risco de abrandar: afirma o director da Organização Mundial de Saúde na Europa, Hans Kluge, durante uma conferência de imprensa

Kluge sublinhou que os números são “muito preocupantes, até pelo baixo índice de vacinação entre os grupos considerados de maior risco em alguns países do continente”.

O diretor da OMS na Europa destacou que “nas últimas seis semanas as vacinações caíram 14% devido à falta de acesso às vacinas em alguns países e à falta de aceitação da vacinação em outros”.

De acordo com a agência da ONU, “o aumento das infecções por coronavírus deve-se principalmente à rápida disseminação da variante Delta, à flexibilização das restrições e ao aumento do número de viagens e viagens feitas no verão”.

Por fim, Kluge disse que 'as vacinas são a forma mais eficaz de iniciar reaberturas e estabilizar as economias', concluiu.

COVID EMERGENCY NÃO SÓ NA EUROPA, JOHNS HOPKINS UNIVERSITY: 'MORE THAN 4.5 MLN MORTES WORLDWIDE'.

Nesse ínterim, o número de mortos causados ​​pela Covid ultrapassou 4.5 milhões em todo o mundo, de acordo com a Universidade Johns Hopkins.

A universidade americana relata que houve 4,502,268 mortes globalmente relacionadas ao coronavírus desde o início da pandemia.

De acordo com estimativas da universidade privada em Baltimore (estado de Maryland), mais de 5.22 bilhões de doses de vacinas Covid foram administradas - entre a primeira e a segunda doses - para ser preciso 5,221,901,245.

Leia também:

Covid Resilience Ranking, Noruega, o melhor país de gerenciamento de pandemia do mundo

Estudo de pesquisadores do CDC dos EUA: 'Não há aumento do risco de aborto espontâneo para mulheres grávidas com vacina Covid'

Fonte:

Agenzia Dire

você pode gostar também