Vacinação começa a mostrar efeitos no Brasil: média geral de mortes por Covid-19 cai pelo 9º dia consecutivo

Cinco meses após o início da vacinação no Brasil, as taxas de hospitalização e a média geral de mortes por Covid-19 caíram consideravelmente em todo o país. Nesta segunda-feira (5), foram registrados 754 óbitos, sendo o 9º dia seguido de queda

Brasil: embora as taxas gerais permaneçam altas e superiores às da primeira onda da pandemia, a melhora é vista com otimismo, pois a vacinação reduziu o número de mortes entre os grupos prioritários

Assim, com o avanço da imunização, a perspectiva é estabilizar o sistema de saúde e flexibilizar as medidas restritivas.

Para efeito de comparação, os idosos com 60 anos ou mais foram responsáveis ​​por 73% das mortes por SRS (Severe Acute Respiratory Syndrome) em 2020.

Neste ano, até meados de junho, o índice caiu para 60%. A tendência é que esse percentual caia ainda mais à medida que a população entre 60 e 69 anos esteja totalmente imunizada. De acordo com o Ministério da Saúde, até o final de junho, cerca de 60% desse grupo havia tomado as duas doses ou dose única.

De qualquer forma, a vacinação avança lentamente no Brasil

O percentual da população totalmente imunizada em todo o Brasil corresponde a apenas 12.92%. A primeira dose foi aplicada em 77,487,380 pessoas, ou seja, 36.59% da população. Seis estados ainda têm menos de 10% da população imunizada.

A demora na vacinação também atrapalha a recuperação econômica. De acordo com o último levantamento do Sebrae (Serviço Brasileiro de Apoio à Micro e Pequena Empresa), até 9.5 milhões de pequenos negócios (o que corresponde a cerca de 54% do universo de microempreendedores individuais e micro e pequenas empresas) devem retomar o nível de atividade equivalente ao registrado antes da pandemia até 10 de outubro, data estimada para que metade da população brasileira seja vacinada com duas doses.

Leia também:

Brasil, situação de Covid melhora. Instituto Butantan: Vacina CoronaVac Leva a Queda nas Admissões Hospitalares

Brasil: Taxa de ocupação da UTI cai, mas a situação ainda é crítica

Fonte:

Agenzia Dire

você pode gostar também