Tribunal de Bruxelas ordena que AstraZeneca entregue 50 milhões de doses para a União Europeia

Tribunal de Bruxelas ordena que a AstraZeneca entregue: se a empresa farmacêutica britânica não cumprir, ela terá que pagar uma multa de € 10 por frasco não entregue

O Tribunal de Primeira Instância de Bruxelas ordenou hoje que a empresa farmacêutica AstraZeneca entregue 50 milhões de doses da vacina anti-Covid até 27 de setembro de 2021 para os estados da União Europeia

As doses soberanas devem ser entregues de acordo com um cronograma obrigatório que prevê 15 milhões de doses até 26 de julho, outras 20 milhões de doses até 23 de agosto e, finalmente, 15 milhões de doses até 27 de setembro.

Se o cronograma de entrega não for cumprido, a AstraZeneca terá que pagar uma multa de € 10 por dose não entregue.

Esta decisão refere-se a medidas cautelares tomadas pelos países da UE contra a AstraZeneca na sequência de uma “violação grave das suas obrigações contratuais com a UE”. Ursula von der Leyen, presidente da Comissão Europeia, afirmou que “esta decisão coincide com a posição da Comissão de que a AstraZeneca não cumpriu os seus compromissos contratuais”.

Leia também:

Brasil, situação de Covid melhora. Instituto Butantan: Vacina CoronaVac Leva a Queda nas Admissões Hospitalares

África, o Instituto Pasteur de Dacar está pronto para produzir uma vacina 'fabricada no Senegal' em 2022

Covid Vaccine, a filha de Che Guevara visita o hub de Palermo

Fonte:

Agenzia Dire

você pode gostar também