Migrantes, telefone de alarme: "Dois barcos à deriva no Mediterrâneo, muitas crianças a bordo"

O telefone de alarme dispara o alarme sobre a segurança de dois barcos de migrantes. Enquanto isso, da rota do Atlântico, chega a notícia do desaparecimento de um barco com 59 pessoas a bordo, incluindo 25 mulheres e 11 menores

Dois barcos carregados de migrantes estão à deriva no Mediterrâneo há mais de um dia.

A ONG Alarm Phone informou em seu perfil no Twitter que as autoridades europeias não conseguiram resgatá-los

O primeiro barco em dificuldade tem cerca de 68 pessoas a bordo, muitas delas crianças, e está localizado na área de busca e salvamento de Malta.

“Eles têm problemas de motor e há ventos fortes e mar agitado”, escreve a ONG. “As pessoas em perigo estão exaustos e à deriva em ondas altas.

Eles veem um avião voando sobre eles, que identificamos como um avião da Frontex.

As pessoas a bordo perguntam porque é que a Europa os olha com desprezo mas não os resgata há mais de um dia ”.

O segundo barco é um barco inflável com cerca de 60 pessoas a bordo.

“O barco está esvaziando e a água está entrando.

Tememos o pior se as autoridades, informadas 11 horas atrás, não agirem imediatamente ”, escreveu Alarm Phone em seu perfil no Twitter.

Enquanto isso, na rota do Atlântico, um barco com 59 pessoas a bordo, incluindo 25 mulheres e 11 menores, teria desaparecido.

De acordo com a ONG Alarm Phone, o barco partiu no dia 16 de outubro de Dahkla, no Sahara Ocidental, com destino às Ilhas Canárias. Desde então, todo contato foi perdido.

Leia também:

Migrantes, telefone de alarme: “480 mortes em uma semana na costa do Senegal”

Migrantes, telefone de alarme: '46 Adrift In Atlantic For A Quinze, 14 Dead '

Fonte:

Agenzia Dire

você pode gostar também