O que é TOC (Transtorno Obsessivo Compulsivo)?

TOC ou transtorno obsessivo-compulsivo é um transtorno mental e comportamental em que alguém se sente compelido a realizar atos específicos repetidamente, mesmo quando causa complicações consideráveis ​​à vida da pessoa

O TOC vai muito além da simples checagem ou seguir uma certa rotina, a ponto de causar angústia e prejudicar o dia a dia

É TOC uma doença muito complexa, que muitas vezes requer ajuda profissional para resolver.

Vamos dar uma olhada nos sintomas, tratamento e opções de auto-ajuda para o transtorno obsessivo-compulsivo.

O que é TOC

O transtorno obsessivo-compulsivo é um transtorno de saúde mental caracterizado por pensamentos angustiantes, intrusivos e obsessivos.

Tende a se manifestar por meio de atos físicos ou mentais repetitivos e compulsivos.

Mais de 500,000 pessoas na Austrália têm TOC. Na maioria dos casos, os sintomas aparecem durante a juventude e a adolescência.

A condição tende a se manifestar no final da infância ou no início da idade adulta – é relativamente raro que seja diagnosticada após os quarenta anos.

Com o TOC, a pessoa geralmente está ciente de que alguns de seus pensamentos e comportamentos não são lógicos, mas tem pouco controle sobre a situação.

É uma condição que pode afetar seriamente a qualidade de vida e o bem-estar de alguém.

TOC: Sinais e Sintomas

Os sintomas do TOC são divididos em duas categorias – obsessões e compulsões.

Sintomas de obsessão

As obsessões são pensamentos, impulsos ou imagens indesejados que se repetem constantemente na mente da pessoa.

Estes são intrusivos e podem causar angústia e ansiedade contínuas para a pessoa.

Exemplos comuns de sintoma de obsessão podem incluir:

  • Medo excessivo de contaminação ou sujeira
  • Sempre em dúvida e com dificuldade em tolerar incertezas
  • Obcecado por organização e precisando que as coisas estejam em ordem e simétricas
  • Ter pensamentos agressivos ou violentos (de ferir ou matar a si mesmo ou a outros)

Sintomas de compulsão

Em contraste, as compulsões são comportamentos repetitivos que a pessoa se sente compelida a realizar.

Esses atos são muitas vezes para reduzir a ansiedade das obsessões, mas o sofredor também pode acreditar que algo terrível ocorrerá se o comportamento não for encenado.

Alguns comportamentos compulsivos comuns incluem:

  • Lavagem e limpeza excessivas
  • Verificando as coisas várias vezes
  • Contagem obsessiva de coisas próximas
  • Ordem obsessiva
  • Aderência a uma rotina desnecessariamente rigorosa
  • Constantemente exigindo segurança

O TOC mais frequentemente se manifesta em adultos jovens ou adolescentes, mas às vezes os sintomas podem se manifestar durante a infância. Começará gradualmente e pode variar em gravidade à medida que a pessoa envelhece.

Os tipos de sintomas de obsessão ou compulsão que a pessoa apresenta também podem mudar com o tempo.

Dicas de autocuidado para o TOC

O TOC é um transtorno de saúde mental genuíno, e o tratamento adequado geralmente requer a ajuda de um psicólogo de outro profissional de saúde.

Mas isso não quer dizer que não há nada que você possa fazer para tentar controlar o distúrbio e o impacto que ele tem na vida.

Há uma série de estratégias que uma pessoa pode usar para diminuir o impacto do TOC e melhorar seu bem-estar.

  • Pratique técnicas de relaxamento

Estresse e preocupação são contribuintes ou gatilhos significativos do TOC.

Uma boa maneira de reduzir o estresse e a preocupação constante é aprender e praticar técnicas de relaxamento.

Isso pode incluir respiração profunda, meditação de atenção plena ou relaxamento muscular progressivo.

Tudo isso pode ser muito eficaz como estratégia de auto-ajuda.

  • Gerenciar o nível de ansiedade

TOC e ansiedade muitas vezes andam de mãos dadas.

Faça algo para aliviar a ansiedade.

Se você estiver preocupado com um cenário de pior caso específico, pense nas chances genuínas de que esse evento ocorra.

Ou trabalhe com o que você poderia fazer para lidar com essa situação.

Analisar profundamente a situação, em vez de simplesmente se estressar com a possibilidade, pode ajudar a resolver seu pensamento.

  • Mexa-se

Estudo mostra que praticar atividade física, como exercícios aeróbicos, pode reduzir os sintomas do TOC.

Fazer algo físico para levar sua mente para um espaço diferente pode ajudar muito com obsessões, compulsões, depressão e ansiedade.

Esses exercícios podem ser feitos em casa ou em um programa formal de saúde.

As escolhas alimentares também podem ter um impacto na diminuição dos sintomas do TOC.

  • Tomar medicamentos

Se você recebeu medicação prescrita para ajudar, certifique-se de tomá-la quando necessário.

Defina alarmes em seu telefone para lembrá-lo se isso ajudar.

Perder uma dose ou atrasá-la por muito tempo pode significar que os sintomas de TOC anteriormente controlados pela medicação podem se reafirmar.

Claro, você só deve tomar medicamentos de saúde mental com o conselho de um profissional médico qualificado.

Consulte o seu médico antes de tomar qualquer medicamento prescrito e siga as instruções cuidadosamente em relação às doses e horários.

Também é melhor saber quais efeitos colaterais sua medicação pode ter e ficar de olho neles.

  • Procure apoio

Manter tudo para si mesmo não é uma boa estratégia de longo prazo para a saúde mental.

Buscar ajuda pode ser tão simples quanto entrar em contato com amigos e familiares confiáveis ​​para compartilhar seus sentimentos.

Seu médico também pode encaminhá-lo para um psicólogo ou grupo de apoio para ajudar com a condição.

Quando buscar ajuda

Embora muitas pessoas brinquem sobre ser “um pouco TOC”, o transtorno obsessivo-compulsivo real não é uma piada, mas sim um problema genuíno de saúde mental.

Há uma diferença entre gostar das coisas de uma certa maneira e o TOC genuíno.

Se você encontrar certos pensamentos ou comportamentos repetitivos chegando ao ponto de interferir na sua qualidade de vida, talvez seja hora de conversar com um profissional.

Saiba o que fazer em tempos de crise mental e esteja pronto para fazer a diferença!

Leia também:

Emergency Live Even More ... Live: Baixe o novo aplicativo gratuito do seu jornal para iOS e Android

Ansiedade: uma sensação de nervosismo, preocupação ou inquietação

Bombeiros / Piromania e Obsessão pelo Fogo: Perfil e Diagnóstico dos Portadores deste Transtorno

Hesitação ao dirigir: falamos sobre amaxofobia, o medo de dirigir

Segurança do Socorrista: Taxas de TEPT (Transtorno de Estresse Pós-Traumático) em Bombeiros

Fonte:

Primeiros Socorros Brisbane

você pode gostar também